Tratado da garota urbana preterida …. (ou sobre como sempre sou chutada para escanteio)

Todos os anos às vésperas do meu aniversário vivo meu inferno astral, não que eu saiba o que significa isso, ou que acredite em Astrologia, mas é fato que fatos perturbadores sempre agitam minha vida nas semanas prévias ao meu aniversário. Eu acho que sou meio bruxa, não no sentido de pegar vassoura, caldeirão e gato preto, mas no sentido de “saber” quando as coisas estão indo mal mesmo antes de me contarem. E eu sei que elas estão. Mas o texto é sobre como sempre sou preterida, trocada, ignorada e chutada para pilha de lixo no canto do quintal. Eu não sei se o problema é que todos os garotos com que me envolvo são descendentes de Europeus (os últimos dois de italianos, um de espanhóis e um de portugueses), ou se o problema é comigo. Vejamos:
O garoto número um , descendente de italianos, é um amigo de longa data e a certa altura do campeonato de tanto sairmos, conversamos etc., etc., acabamos por nos envolver emocionalmente e começamos a “ficar” (odeio essa palavra). E ficamos “ficando” quando de repente ele me fala:
-Rê, acho que estamos nos envolvendo demais, eu não gosto tanto de você quanto você de mim, não trabalho então a gente nunca ia poder sair e você ficar pagando, você é uma garota maravilhosa linda, inteligente. É a namorada que qualquer cara quer ter.
Mas ele não quis e meses depois começou a namorar uma garota, mimada, chata e metida que vive entrando no msn dele tentando descobrir coisas sobre as amigas dele, fuçando meu orkut, etc. Detalhe que ele continua sem trabalho e para piorar esse fim de semana enquanto conversávamos (apesar de tudo isso que aconteceu nossa amizade continuou firme depois desses anos) ele começou a dizer que está chateado com a namorada, que ela é muito infantil e que se arrepende de não estar namorando comigo, e ainda me perguntou se algum dia, caso ele termine com ela, eu namoraria com ele. É ou não é para chorar e sentir raiva de um amigo assim?!
Agora vamos analisar o caso número dois. Depois que eu terminei meu penúltimo namoro sério, alguns meses depois conheci um italiano que era a coisa mais linda. Cabelos loiros, lisos, olhos esverdeados, inteligente, percusionista de uma banda. Nós temos tantas coisas em comum que lógico que surgiu uma amizade imensa. E sem falar que ele estava do meu lado quando mais precisei, num momento muito difícil. Nos envolvemos emocionalmente e a cada dia parecia que o relacionamento rumava para algo mais certo, quando ele começou com aquele discurso de que não era homem para namorar, que tinha uma vida complicada (verdade: às vezes ele passava na minha casa mais de meia noite só para me dar um beijo de: estou com saudades), até que um dia ele sumiu. Um ano depois ele reapareceu, namorando uma garota que trabalhava com ele e caído de amor por ela. Mas, como sempre, continuamos amigos e hoje em dia apesar de ter acontecido isso, agradeço por ele ser um amigo tão zeloso. Sinto falta de conversar mais com ele.
O garoto número três tinha todo charme e sedução espânicos. Começou da mesma forma com uma amizade enorme, várias coisas em comum, inclusive o gosto por música pesada, games e filmes pastelões do Mont Python. E lá fui eu de novo envolvida pelos braços cálidos de um amigo, mas ele me falava que não queria namorar pois tinha terminado um relacionamento de quatro anos do qual saiu muito ferido, e que nós dois não combinávamos, que não era o cara certo para mim. Na véspera do meu aniversário descobri que ele estava namorando outra garota e já estava fazendo planos para casar. Com esse não deu para manter a amizade, essa atitude dele foi muito baixa.
O último advinhem: um super amigão meu que depois de muito tempo rolou um selinho no meio de uma brincadeira e de quem ouvi sussurrar no meu ouvido: quer namorar comigo?
Achei que dessa vez ia. Mas o grande mal da minha pessoa é que sou amiga demais, legal demais, simpática demais, leal demais e ciumenta de menos. Não consigo me irritar quando o cara com quem estou envolvida fala de outras garotas bonitas, ou se fala que vai jogar futebol, sair com os amigos porque entendo que somos seres individuais logo precisamos de nosso espaço. Porém, creio que é aí que reside meu erro: confundem amizade com falta de carinho, de preocupação e acabei ouvindo há mais ou menos um mês as mesmas palavras:
-Rê, você é uma pessoa maravilhosa, a garota que qualquer cara gostaria de namorar, e se algum dia alguém magoar com você me chama que acabo com o cara. Eu me sinto mal com isso tudo.
Em suma ele quis dizer: Amo você como amigo mas você não serve para ser minha namorada. Agora deixa eu explicar o porque disse que sou bruxa. Nesse fim de semana o dito cujo tinha marcado comigo de ir a uma festa e quando liguei disse que tinha esquecido o compromisso e que tinha que sair urgentemente. Eu senti na hora que havia algo de errado. Tinha certeza que havia outra garota entre nós e desabafei com uma amigona sobre isso, e ela ainda tentou me ajudar dizendo que era besteira, que não tinha nada a ver, que era “encanação” da minha parte. Mas ontem, quando fui deixar um recado sobre uma coisa do interesse dele no orkut havia o recado de uma “amiga” dele, que vive perguntando de mim, fuçando meu perfil, etc., que dizia:
-FOFO! Menos de 24 horas e já estou com saudades…..
Eu, em tanto tempo de convivência e intimidade, nunca o chamei de fofo, porque concordamos que a troca de apelidos melosos não cabiam na nossa relação, no máximo sempre foi querido e querida. Resumindo: fui preterida novamente, e meu coração está partido. O pior é que mesmo sabendo que é esse meu jeito “amiga” de ser que sempre leva tudo pelo buraco, eu não sinto forças para mudá-lo, para fazer diferente. Se eu começasse a ser manhosa, ciumenta não seria eu e morreria de tristeza, mais ainda. Na verdade não sei o que fazer mas precisava desabafar de alguma forma antes que as lágrimas que estão teimando nos meus olhos resolvam cair e molhar minha mesa de trabalho.
Anúncios

9 comentários sobre “Tratado da garota urbana preterida …. (ou sobre como sempre sou chutada para escanteio)

  1. Carolzinha disse:

    Ai Rê… que “causos” mais confusos né?!?!?! Aff…
    Antes de encontrar meu atual, eu tbm me enrrolava em um aqui, outro ali, e achava q nunca ia aparecer ninguém descente que realmente quisesse algo mais comigo!!!!
    Então resolvi desencanar. E foi aí que apareceu!!! Rolou MUITA confusão, mas no final a vitória foi minha e dele.
    Agora, posso te falar uma coisa?!?!? Orkut é coisa do demo, e vc como bruxinha deve imaginar o mal q isso faz… rssssss
    EU desabilitei o meu a MUITO tempo. Não quero mais saber de disse q me disse e ler nada mais além. Pra quem namora, isso é a traição!!! afff!!!
    Bjus e boa sorte Rê!!! ;o)

  2. Bárbara Amelize disse:

    Meu querida flower fidida. Sabe o tanto que eu love you, né?! Olha só… tudo na vida tem um momento certo. Não que a gente tem que ficar esperando por ele. Temos que correr atrás sempre. Mas, a verdade é que certas coisas ruins acontecem e, às vezes, não notamos o quanto esta coisa ruim é algo transfoma toda nossa existência e nos permite encontrar outras coisas boas pelo caminho. Se enxergarmos certas pedras, não só como obstáculos, mas como indicadores de novos e melhores caminhos, tudo muda de figura.

    Pedacinhos de um texto para você…
    “Depois de um tempo a gente:
    Aprende que paciência requer muita prática.
    (Paciência é uma arte, adquiri-la é uma luta!)

    Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar a si mesmo.
    (Não se cobre tanto por ser como é. E não altere seu modo de ser porque vê que no caminho ele não tem dado muito certo. Uma hora, alguém que acredite nos mesmos valores, vai aparecer. E aí sim, o fato de ser sempre muito amiga, vai fazer total diferença no relacionamento)

    Não importa em quantos pedaços seu coração foi quebrado,o mundo nunca pára para que você o conserte.
    (Isto é uma verdade que eu sei que você conhece bem… :D Bola pra frente é nosso lema. rsrsrs)

    Começa aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança;
    (Isto também sei que já aprendeu. E é um dos motivos que te torna tão especial pra mim)

    Aprende que verdadeiras amizades
    continuam a crescer mesmo a longas distâncias.
    (Nem preciso comentar isso, né?! Sei que entende do que estou falando!)

    E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
    (Ainda bem que tenho a oportunidade de escolher os meus amigos… E VOCE É UMA DAS PROVAS DE QUE FIZ BOAS ESCOLHAS!)

    Conte comigo, flower! Baci!

  3. Naty disse:

    Reeeeeeeeeeee!!! Lindona! A vida prega peças na gente mesmo moça… Eu sou muito parecida com vc, não gosto de sufocar o namorado ou seja o que for fazendo mil perguntas e falando feito criança sabe e não sou ciumenta e ai… já viu… Dependendo do moço pode achar q a gente é relapsa… Mas não é isso… Sabe Re… Toda panela tem sua tampa rs… e até uma cumbuca que não tem tampa a gente coloca um prato em cima e encaixa… rs… Uma hora as coisas dão certo… Chore qndo realmente valer à pena… De preferência chore de alegria, mas se estiver doendo muito e quiser chorar, faça isso mas não se entregue chore o suficiente pra desabafar e em seguida lave o rosto e a alma se for possível, arrume as alças do sutien e parta pra vida novamente amore!
    Bjokas linda!
    Precisando de algo é só gritar!
    Adorei teu comentário, é verdade uma das coisas boas da vida são os amigos que fazemos de maneiras e em lugares inesperados… AMIGA!

  4. Lady Sith disse:

    Enquanto lia o texto fui me identificando tanto com o seu jeito de ser. Eu sou bem parecida: nada de cobranças execessivas, apelidos melosos na frente dos outros, gostos muito parecidos,sem cobrança ou pegação no pé, amizade acima de tudo.

    Por isso eu te digo uma coisa: não mude o seu jeito de ser. Você é uma garota rara de se encontrar e, como seus “amigos” disseram, a namorada que todo homem gostaria de ter. Não se culpe por ter encontrado garotos imaturos que ainda não perceberam que um relacionamento como oq você proporcionava era tudo que eles poderiam querer. Continue sendo do seu jeito, não mude para agradar ninguém. Um dia um garoto que goste do seu jeito gelatina (lembra do texto do Garotas?) vai aparecer. Cabeça erguida, chore se tiver que chorar, mas não deixe isso consumir muito do seu tempo.

    Se precisar, estou aqui (MSN: patricia_vader@hotmail.com. Quase nunca estou, mas quando estiver, sinta-se à vontade para falar de qualquer coisa, viu?) Beijos, querida.

  5. Marcia disse:

    Miga, tô em dívida nas visitas.
    E o que encontro?
    Ai, nem sei o que dizer. Adiantaria dizer que ainda não chegou a sua hora? Embora eu odiasse quando as pessoas me diziam isso, porque como você, os meus relacionamentos sempre acabavam com essas frases e eu sofria muito. E achei que Deus não ia com a minha cara (risos) e me deixava sempre só. E eu odiava ser só. Demorou, vieram muitas decepções, mas um dia, do nada, o homem da minha vida apareceu. Casei com ele. Até quando ficaramos juntos eu não sei, mas tem dado certo. E faremos de tudo pra continuar assim.
    Espero que suas lágrimas sejam breves (é bom chorar, eu chorei muito) e que o Papai do Céu te dê paciência para aguardar o SEU momento de ser feliz. Tenho certeza que chegará e eu estarei trocendo.
    Um beijo bem carinhoso.

  6. Daniii disse:

    Ohhh Reee :***
    Tu não tem que mudar, é uma pessoa maravilhosa!!
    Tu tem é que encontrar algum homem que (honrando o que todos dizem) goste de ter liberdade, de uma mulher com atitude, amiga e companheira, e não só uma namorada pra dar beijinhos.
    Tem uns que realmente não sabem separar isso. :(
    Sei bem como tu é.. Eu sempre fui assim, não ficava pegando no pé, e acabei me ferrando muito por isso.
    Eu até que mudei, hoje sou bem mais ciumenta.. mas tentando não ser chata..

    Um dia tu vai esquecer essas histórias, estar com vários amigos, feliz da vida.. e conhecer alguém alguém derepente que vai te olhar e pensar e pensar “é essa!”..
    Digo isso não porque tu não esteja com amigos agora, mas é nessas horas, quando a gente tá no mais alto astral e que cativa mais as pessoas.. a felicidade nos deixa mais bonitos, todos percebem!

    Não fica triste, não.. :** sei que é dificil esquecer, mas tente passar por isso de cabeça erguida.
    Tua dor ao ler um scrapzinho eu ja senti também,e tu sabe melhor que eu que isso acontece várias vezes durante a vida.. decepçoes que nos rasgam! :((
    Desabafe, chore e escute o que cada um tem pra ti falar! Não segure as lágrimas, grite! e relaxe depois..
    Posso ter repetido alguma coisa que os outros disseram, mas não consegui evitar :)

    beijao, querida.
    SE tu quizer conversar sobre a vida estou aí!
    Se quizer alguém pra costurar p nome dele dentro da boca de um peixe, também estou aqui!
    Pra falar bem, mal, ou qualquer coisa que te ajude :ppp

  7. Lídia Chululú disse:

    Re,
    tb sou meia como vc. Não ligo do namorado sair com os amigos e nem sou d fazer escandalo por ciumes.
    As vezes os homens gostam disso e aprendi a falar tudo o q sinto. assim ele sabe o qto gosto dele sem eu precisar ser manhosa ou mostrar ciumes. Vc nao precisa mudar seu jeito, só precisa achar o cara q te amará do jeito q vc é.
    Eu terminei um namoro q tentei d tudo pra dar certo mas nao deu. Agora fico feliz por ele nao ter dado, pois encontrei uma pessoa q é maravilhosa comigo.
    bjo e tudo de bom pra vc.

  8. ana disse:

    Rê, ao ler teu texto tive que me segurar para as lágrimas naum caírem, sou do interior do ceará, e gráças a globalização encontrei nas palavras de teus amigos conforto para mim. Eu sempre escuto dos rapazes com quem eu me relaciono que sou muito linda,por dentro por fora, uma amiga maravilhosa e eles não querem me fazer sofrer… passei por uma dessas ontem, mas eu quero viver essas delícia que eles chamam sofrimento, estar com alguém, dividir momentos bons e ruins, viver ao lado de alguém que se importe comigo.
    espero que a esta altura do vcampeonato vc já tenha encontrado alguém que te mereça, e eu vou continuar procurando o q é meu !
    Bjos! tudo de bom!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s