Desculpas

Tem gente nessa vida que pede desculpa por tudo: Se desculpa por respirar, se desculpa por espirrar, desculpa por piscar, e convenhamos esse tipo de coisa não precisa se desculpar pois são ações incontroláveis do nosso organismo.
Há os que te ofendem, xingam, viram sua vida de ponta – cabeça e depois vem choramigando pedindo pelo amor dos seus filhinhos que o desculpem. Esse tipo de pessoa, precisava de uma aula do tipo: “Faz o favor de pensar antes de abrir a boca para soltar besteira, sim?”
Também tem gente que erra feio sem querer, que chuta o pobre cachorro, que faz a mãe ou o melhor amigo sofrer, depois se arrepende sinceramente e pede desculpas e depois fica rogando a Deus que sejam aceitas. Eu particularmente me enquadro nesse caso, algumas vezes, dado o grau de falta de noção e distração da minha pessoa.
Tem também aqueles fulanos e fulanas que te ofendem, brigam, jogam seu nome na lama, expõe sua figura na “medina”, e quando são questionados fazem a maior cara de pau do mundo, estufam o peito e falam: Eu não vou pedir desculpas por algo que eu não fiz. Tais pessoas mereciam receber o prêmio óleo de peroba do ano.
Há também quem saiba que está errado, em dívida com os amigos e manda aquela bela desculpa esfarrapada, acompanhada de um lustroso sorriso amarelo, e olhos semi- cerrados, e é dessa que eu vou me valer hoje.
Desculpa gente por estar deixando o Idéias em Fuga meio ao relento ultimamente, mas essa que voz fala está entalada até o pescoço nos livros da faculdade, e minha cabeça não consegue pensar nada mais criativo que não envolva correlações lineares, coeficientes de regressão, previsão de demanda, ponto de equilíbrio, rateio de custo, teorias administrativas modernas, ética nas organizações, processos de seleção, metodologia para escrever textos, teoria das carteiras e mais uma infinidade de nomes técnicos que tomaram conta dos meus neurônios, e eu não quero encher vocês com nada disso.
Então exibindo meu melhor sorriso amarelo anuncio que o Idéias em Fuga estará em recesso até o dia 12 de Junho, quando finalmente me livrarei dos livros, cadernos, apostilas e da HP12C e tentarei bolar um texto fofo em homenagem ao nosso dia dos namorados. Tá, tudo bem, eu sei que eu não namoro mas isso não me impede de escrever um texto legal para quem namora tá?! Enquanto isso você pode se divertir com os blogs dos meus amigos do coração aí na coluna à sua direita.
Dirijam com cuidado, usem preservativos e desgutem com parcimônia a Fanta – Uva nossa de cada dia. Fiquem bem.
Baci.


Sorriso amarelo de desculpa esfarrapada e sem – vergonha, mas eu volto tá?

Anúncios

8 comentários sobre “Desculpas

  1. Carolzinha disse:

    Estuda! Estuda! Estuda! Estuda!
    Depois…. Volta!! Volta!! Volta!! Volta!! Volta!!
    (carol com bandeirinha agitando na frente do prédio – sai na janelinha e dá uma olhada) rssss
    Bjus

  2. Bárbara Amelize disse:

    Sister… :'(…. Tantos dias assim?! Ah não! Mas, tudo bem, Amore… todos nós entendemos. Famoso fim de semestre! Deixa todo mundo louco. Mas, bem que os assuntos citados aí sobre o que anda passando na sua cabeça não seriam má ídéia, hein?! hahaha Imagina… um texto sobre correlações lineares? hahahah Eu ia gostar de ler. rs Não! Não estou brincando. rsrsrs Mas, sei que tá cheia de coisa pra fazer aí! Parece que até no trabalho tem muita coisa nova, né?! Já estou sentindo sua falta e falta desses textos deliciosos aqui. Mas, enfim… como eu já disse, nem vou desejar sorte, porque sorte desejamos para quem não está preparado… Desejo sucesso nas provas. E que elas te liberem logo pra você voltar pra cá… :D Até porque não pode ficar tanto tempo longe desse povo que vive aqui… é altamente prejudicial a nossa saúde. rs

    E ah… esses outros tipos de pessoas que pedem desculpas… bem… INFELIZMENTE, conheço bem! :D

    Desculpas aceitas… e nem precisa de sorriso amarelo… rsrs :D

    Amo-te, hermana!

    Baci

  3. Lady Sith disse:

    Rê, tire o tempo que precisar. Esse fim de semestre é mesmo capaz de enlouquecer qualquer um. Não vejo a hora dessa faculdade acabar. Essas semanas estão roubando o restinho de sanidade mental que me sobrava. Você não precisa ficar de sorriso amarelos para pedir desculpas quando tem um bom motivo. Espero que dê tudo certo (e espero um texto bem legal na sua volta :)). Beijos.

  4. Marcia disse:

    É isso mesmo: primeiro a obrigação, depois a diversão, já dizia o meu pai. rs

    Sentirei falta dos posts, mas é por uma boa causa.

    Baci mille!!!

  5. Diana disse:

    Olá, encontrei seu blog no blog da Márcia e vim dar uma olhadinha, amei seus textos e me surpreendi pela coincidência, também sou leitora do Garotas que dizem Ni, temos muito em comum!
    Pena que vc está entrando em recesso, mas espero sua visitinha e votlarei sempre que puder, beijos…

  6. Mymi disse:

    Eu te desculpo, Rê!
    Aproveite quando for fazer o texto fofo pro dia 12 de lembrar das amigas encalhadas que só arrumam trastes na vida.

    :***

  7. Rafa disse:

    Rê…
    Obrigado pelas suas palavras e comentários.
    Já tinha ouvido falar do seu blog em algum lugar. Fico honrado de conhecer a autora dele a tanto tempo.
    Parabéns por suas produções. Prometo ler todas com calma depois. Gostei muito do último post. É dificil eu me desculpar com alguém, só se eu ver que errei muito, mas é sempre cedo para revermos conceitos né. Ótima semana para vc. Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s