Meu pequeno garoto

Olá pequenino! Faz um tempão que a gente se conhece né? Para ser mais exata pouco mais de 15 anos se passaram desde que eu soube que você viria até esse momento.

Sabe, eu tive uma infância legal, porém bem solitária. A falta de amigos e de irmãos era algo bem maçante. Claro que tinha a parte boa de ter a atenção e os presentes só para mim, mas tinha a contrapartida de que não ter com quem dividir os ovos de páscoa, brincar na areia da praia, andar de bicicleta no prédio. Tinha nossos primos, mas não era a mesma coisa, então quando a mamma anunciou que eu ia ganhar irmão, fiquei radiante! Porém, não levei em conta o fato que você estava vindo 11 anos e meio depois e que quando tivesse idade e tamanho o bastante para brincar, eu já não brincaria mais, mas nem por isso deixou de ser maravilhoso ver a sua carinha rosada pelo vidro da maternidade.

Nós passamos muitas coisas legais, que você certamente não lembra, porque era muito pequenino. Tudo começou quando a nossa mãe teve que voltar a trabalhar depois da licença maternidade e precisava de alguém que cuidasse de você, e esse alguém fui eu. E o que uma menina de pouco mais de 11 anos poderia fazer com um bebê que chorava por tudo?! Aprender a cuidar dele, oras! Me partia o coração quando eu precisava te dar banho e ao tirar você do meu colo, começava um choro sentido, é claro que eu não tinha idéia que bebês sabem ser muito melindrosos quando querem. Mas aí você cresceu e comecei a te ensinar coisas legais. Com pouco mais de um ano, usando uma argola te ensinei a dar seus primeiros passos sozinho nesse mundo, e foi muito legal de ver aquele toco de gente andando sozinho dentro de casa. Isso foi para me redimir de ter te colocado na forma para assar no dia do Natal do ano anterior. Mas, que fique claro que a forma estava coberta por um travesseiro, um cobertor e que você cabia direitinho no lugar do chester.

Quando você estava um pouco maior, eu era a encarregada de te levar e buscar na escolinha, subíamos e descíamos de mãos dadas aquela ladeira gigante todos os santos dias, e em dias de chuva forte, colocava você no meu colo, por baixo da blusa de frio e te levava seco e em segurança para casa por mais que isso tenha me rendido infinitas crises de gripe. Acho que foi nessa fase que eu sem querer te derrubei da bicicleta enquanto te ensinava a pedalar e te traumatizei durante algum tempo. Mas, tentei me redimir nos anos seguintes sendo a melhor irmã que consegui.

Sei que às vezes sou um pouco dura, estressada e pode até parecer falta de carinho, mas provavelmente você já se acostumou com esse meu jeito ranzinza de ser, e é apenas reflexo do que eu quero para você: que seja o homem mais digno, brilhante, bem sucedido e feliz na face da terra, pois você meu pequeno irmão, é quase como um filho meu. E esse é o jeito de te desejar: Feliz Aniversário pequenino. Amo-te muito Emerson!

Feliz Aniversário Clone!

Anúncios

8 comentários sobre “Meu pequeno garoto

  1. Mestre Campestre disse:

    Um irmão é um dos maiores presentes que podemos ganhar.
    O momento em que o vemos pela primeira vez, apesar de único, retorna a nós em cada momento que nos preocupamos com ele.

    Feliz aniversário Emerson!
    E parabéns pela homenagem Rê, ficou ótima. ;)

    Abraccia ai due

  2. Rafa disse:

    Rê,
    Que linda homenagem!!!
    Parabéns para vc e para ele.
    Tenha uma ótima semana.
    Beijos

  3. Dener disse:

    Nossa… pela primeira vez eu fiquei realmente triste por ser filho único…
    Quero um irmão agora (Mode mimado on)

  4. *Renata Costa* disse:

    E antençãoo!

    Aos meus amigos de Sampa e adjacências. Vamos comemorar o niver do meu clone no próximo sábado num restaurante iatliano divino. Maiores informações me contactem.

    Baci Baci

    PS: Dener, vc pode não ter irmãos mas tem pessoas que te amam demais!

  5. Diana disse:

    Também tenho uma irmã que veio depois que eu já er aadolescente, a minha veio “trazida pela cegonh”, mas é minha irmã mais verdadeira, também sou um pouco mãe, pego muito no pé dela, mas é só amor!
    Parabéns para o irmãozinho, que pela foto já é um irmãozão!!!
    Beijos amiga!

  6. Nana Flash disse:

    Que coisa linda :)
    cheguei a visualizar algumas cenas.
    Tenho uma irmã mais velha, mas não tão mais velha, que fazia algumas dessas coisas e muitas outras por mim… te-la comigo eh um dos melhores presentes do mundo pq somos muito amigas, especialmente agora que crescemos :)
    Feliz aniversario pro seu irmao e muitos anos de vida e amizade pros dois :D

  7. Lady Sith disse:

    Que homenagem mais fofa, Rê. Fiquei imaginando a cena do seu irmão deitado na forma de assar. Parabéns para o seu “irmãozinho” (porque ele só parece ser pequeno na idade mesmo).

    Tô sentindo falta de passar mais tempo no fórum :(. Beijos.

  8. Lisiane disse:

    ai q texto lindo!!! Emocionante!
    a foto é vc mais morena e com o cabelo curto…. =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s