Post tardio sobre o dia Internacional da Mulher

Entra ano sai ano dia 8 de Março é comemorado como o dia Internacional da Mulher, e aí é um tal de distribuição de rosas murchas, chocolates, e coisas-que-tais.

Só queria deixar registrado que, como eu disse para o namorido ontem, mais importante que nos desejar parabéns por esse dia é continuar lutando todos os dias pela igualdade de respeito entre homens e mulheres (aliás, entre todos os seres humanos né?) e para que cada vez mais seja denunciada a violência (tanto física quanto moral) que milhares de nós sofrem todos os dias!

Para isso basta lembrar que:

– Semana passada o caso que teve mais repercusão na mídia brasileira, foi o do padrasto (monstro!) que violentou e engravidou a enteada de 9 anos e confessou que também violentava a de 14 anos (que – detalhe – é deficiente mental). Sendo que eu desconfio que a mãe das meninas até sabia e não fazia nada por medo! Medo de apanhar, ser violentada!

– Milhares de meninas com menos de 15 anos continuam engravidando sem ter nenhum preparo psicologico/ financeiro. E na maioria dos casos tem de tocar em frente não só sua vida, como a do filho já que os digníssimos pais são meninos com preparo menor ainda.

– Que no ano de 2009, em pleno século 21, 98 anos depois que as 146 trabalhadoras morreram queimadas dentro do prédio em que trabalhavam,e que são homenageadas hoje em dia – se é que que alguém lembra do porquê dessa data – milhares de mulheres ainda recebem salários menores e são vítimas de preconceito no ambiente de trabalho por serem do sexo feminino, quando desempenham as mesmas atividades que seus colegas do sexo masculino.

– Que ainda hoje por convicções religiosas muitas mulheres ainda sejam obrigadas a casar com homens que não conheçem, não amam e que as tratarão como empregadas domésticas até o fim dos tempos.

Longe de ser feminista, ou participar de algum movimento feminista, eu sou feminina, sou mulher e acho que todos nós – homens e mulheres – temos o dever de lutar também para o fim desse tipo de abuso. E quando isso acontecer, não será preciso um “Dia Internacional da Mulher” porque todos os dias serão – e para mim já são – esse dia.

Anúncios

Um comentário sobre “Post tardio sobre o dia Internacional da Mulher

  1. Fabiana disse:

    Parabéns pelo post, Rê. É isso aí, temos que lembrar que é uma data de luta e não de comemoração apenas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s