[Reflexões sem pé nem cabeça]

Eu sou um bicho urbano. Nasci e cresci em São Paulo e eventualmente morei em outras cidades, não tão urbanas, mas nada rurais.

Eis que hoje no jardim do prédio, bem de frente para a janela um grilo cantava loucamente sem motivo nenhum. E me bateu uma nostalgia, uma saudade danada de uma casa no campo, com verde até onde a vista alcança, sem essa correria toda, sem esse stress do dinheiro acabar antes do mês chegar ao fim.
Tem explicação se sentir assim?

Não tem não né?